Sobre

CAIXA DE FÓSFORO

Por dentro

Se você chegou até aqui, provavelmente em algum momento se perguntou "Porque esse nome, Caixa de Fósforo?''


Voltando um pouquinho até o início da fotografia, lembramos que a origem de tudo é a tal da caixa preta, que faz a magia acontecer. Nesse caminho aí, temos uma câmera muito democrática e simples, a pinhole, que nada mais é do que uma câmera sem lente. Tá, tá, mas e a Caixa de Fósforo? Pois bem, a pinhole pode ser feita com lata de sardinha, lata de leite, caixa de sapato, caixa de fósforo... e você já pensou na magia que carrega uma caixa de fósforo? Pequenos palitos capazes de fazer luz, fogo, aquecer, alimentar, criar arte... uma coisa tão simples, mas com um potencial tão imenso, não é?




WENDELL WAGNER

Sua amizade com o mundo das artes começa desde criança nos primeiros rabiscos traçados, toma fôlego com a fotografia e hoje faz parte do ar que respira. O universo das imagens entra em sua vida como forma de exalar o encantamento que o fez disparar os primeiros cliques e enxergar as mágicas do laboratório analógico. Em sua caixa guarda muita sensibilidade, bons companheiros, poesias e acordes musicais.



FABÍOLA FREIRE

Entre tantas paixões herdadas, a fotografia foi a que se tornou o seu dia-a-dia, profissão e vida. Sonhar, imaginar e ver suas idéias tornarem-se realidade através de suas próprias mãos. Detalhista, suas referências passeiam pela fotografia de moda e retratos para contar e guardar histórias com cores e sentimentos próprios. Em sua caixinha coloca a família, amigos e quantos cachorrinhos e sorvetes couberem.